Programa da conferência

Promovendo mudanças para maior impacto

A Conferência Global sobre Normas de Sustentabilidade é referência internacional para aqueles que trabalham com a elaboração e implementação de normas e certificações de sustentabilidade confiáveis.

Criando normas que valorizem as pessoas, lugares e questões que mais importam

O evento reunirá 250 representantes de destaque do setor privado e público aos líderes globais em normas e certificações para discutir com profundidade o tema 'Promovendo mudanças para maior impacto' com um olhar aprofundado em como podemos fazer as normas funcionarem melhor para as pessoas, lugares e questões que mais importam.

A Conferência colocará produtores, pequenos proprietários e pequenas empresas no centro da discussão, conforme examinamos tópicos como desmatamento florestal, renda básica, trabalho forçado e outros. Vamos explorar como lidar com estas questões por meio de abastecimento regional, acesso a financiamento, inovações de sistemas e tecnologias, e colaboração.

Amplificando as vozes de pequenos produtores e proprietários

Vamos amplificar as vozes de produtores, pequenas e médias empresas ao mergulhar fundo nos resultados da mais recente pesquisa da ISEAL Alliance sobre suas carências, e ao usar exemplos de estudos de caso detalhados. Assim, podemos descobrir como fortalecer parcerias e sistemas normativos para garantir que eles funcionem para aqueles no início da cadeia de suprimentos.

Confira abaixo a programação:

Terça-feira, 22 de maio

16:30 
Cadastramento
 
17:00 
Introdução à ISEAL
Não conhece o trabalho da ISEAL ou quer se atualizar? Venha a esta breve apresentação da ISEAL para conhecer nosso trabalho, as prioridades estratégicas e a comunidade ISEAL.
 
18:00 
Coquetel de Recepção para Networking
Ouça discursos inspiradores para estimular as discussões nos próximos dias e aproveite a oportunidade para fazer contato com empresas e profissionais da sustentabilidade.
  • Maria Zulmira de Souza, Presidente do Conselho Diretor, Imaflora
  • Alvaro Almeida, Diretor para a América Latina, GlobeScan
 
20:30 
Encerramento
 

Quarta-feira, 23 de maio

08:30 
Café e cadastramento
 
09:00 
Definindo o cenário: Fazendo com que as normas funcionem para as pessoas, lugares e questões que importam
Karin Kreider, Diretora Executiva da ISEAL, apresentará as grandes questões que discutiremos ao longo do dia, com foco no tema "direcionando a mudança para maior impacto". Veremos como as normas de sustentabilidade, como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, têm o compromisso de garantir que nenhuma pessoa, localidade ou questão seja deixada para trás.
  • Karin Kreider, Diretora Executiva, ISEAL Alliance
 
09:15 
PALESTRA DE ABERTURA: Manejo da água: do compromisso ao impacto
Com mais de dois bilhões de pessoas em todo o mundo afetadas pela falta de água potável e mais de 630 milhões sem acesso a ela, a Nestlé reconhece que a água é um grande problema de sustentabilidade. Na palestra de abertura, o Diretor Técnico de Recursos Hídricos da Nestlé, Carlo Galli, falará sobre as ambições da Nestlé quanto ao manejo da água e como eles estão colocando isso em prática. Ele contará como, através de abordagens inovadoras e estrito cumprimento das normas, você pode garantir que seus compromissos tenham um impacto maior para aqueles que mais precisam.
  • Carlo Galli, Diretor Técnico de Recursos Hídricos, Nestlé Waters
 
09:30 
PLENÁRIA: Colocando os usuários em primeiro lugar: melhorando as normas para aqueles no início da cadeia de suprimentos
Este ano estamos colocando produtores, pequenos proprietários e pequenas empresas no centro da discussão. Nesta sessão, produtores e pequenas empresas compartilharão suas experiências com normas de sustentabilidade. Também conheceremos as normas que eles melhoraram para alcançar melhor valor e saberemos o que mais pode ser feito.
  • Isabela Pascoal, Gerente de Marketing, Daterra Coffee
  • Kim Carstensen, Diretor Geral, Forest Stewardship Council
  • Dario Soto Abril, Diretor Executivo, Fairtrade International (palestrante sobre pequenos proprietários e moderador)
 
10:30 
Café e networking
 
11:00 
SESSÕES ABERTAS Escolha uma sessão para participar
 
Garantindo um trabalho decente nas cadeias de suprimento: as normas na vanguarda do combate ao trabalho forçado
De acordo com a OIT, no ano de 2016, cerca de 40,3 milhões de pessoas estavam em situações de escravidão moderna. Uma em cada quatro vítimas era criança. Além disso, a servidão por dívida afetava a metade das vítimas de trabalho forçado. Como as normas de sustentabilidade estão tomando medidas eficazes para erradicar o trabalho forçado, acabar com a escravidão moderna e o tráfico de seres humanos? Como as normas estão inovando e aprendendo a partir de experiências passadas para enfrentar desafios complexos neste campo? Como elas estão colaborando com outros atores nesta jornada de aperfeiçoamento contínuo para combater o trabalho forçado?
  • Jessica Chalmers, Gerente de Programas e Parcerias, Sustainable Agriculture Network (SAN)
  • Philip Hunter, Especialista Sênior em Migração Laboral, International Organization for Migration (IOM)
  • Elisabeth Bystrom, Gerente Sênior de Capacitação e Desenvolvimento de Novos Setores, GoodWeave
  • Marcel Gomes, Secretário-Executivo, Repórter Brasil
 
Desvendando a colaboração: promovendo melhorias para os pequenos agricultores
Com cerca de 500 milhões de famílias de pequenos produtores em todo o mundo, totalizando mais de dois bilhões de pessoas, a agricultura familiar tem uma das maiores incidências de pobreza entre todos os setores. As normas estão sendo revistas para atender melhor às necessidades dos pequenos produtores e fornecer os incentivos e o apoio necessários para implementar cada vez mais melhorias ao longo do tempo. Os sistemas de normas não podem fazer isso sozinhos. A colaboração é fundamental para levar cada vez mais melhorias para os pequenos produtores. Mas o que torna uma colaboração bem-sucedida? Como ela pode ser estimulada para aumentar seu impacto? E quais são os desafios que enfrentamos? Nesta sessão interativa, ouviremos e discutiremos as experiências de diversas partes envolvidas em projetos colaborativos com pequenos produtores e consideramos essas e outras questões.
  • Miguel Hernandez, Diretor Regional para a América do Sul, Bonsucro
  • Britta Wyss Bisang, Chefe de Cadeias de Suprimentos Sustentáveis, Rainforest Alliance
  • Bruno Rangel, Presidente, Socicana
  • Kristin Komives, Diretora, Impactos, ISEAL Alliance (moderadora)
 
Sustentabilidade em escala: o papel das normas nas abordagens de paisagem
Para fazer progressos significativos em questões essenciais de sustentabilidade, como o desmatamento e a perda de biodiversidade, precisamos trabalhar de forma colaborativa e em escala. As abordagens de paisagem e de jurisdição são promissoras e têm potencial para cumprir os compromissos de fornecimento das cadeias de suprimentos. Mas como sabemos se essas abordagens estão promovendo melhorias? O que podemos aprender com normas de sustentabilidade aplicadas em escala jurisdicional? Nesta sessão, exploraremos como as normas de sustentabilidade já estão sendo usadas no nível de paisagem, quais mudanças ou adaptações são necessárias e como garantir que abordagens de paisagem sejam viáveis e eficazes.
  • Laura de Santis Prada, Diretora Executiva, Imaflora
  • Cid Sanches, Consultor Externo, Roundtable on Responsible Soy (RTRS)
  • Ángela Maria Betancourth Escobar, Coordenadora Técnica do Programa OSIL, BioCarbon Fund, Ministério da Agricultura da Colômbia
  • Salahudin Yaacob, Diretor Técnico, Roundtable on Sustainable Palm Oil (RSPO)
  • Patrick Mallet, Diretor, Inovações, ISEAL Alliance (moderador)
 
Masterclass de SIG: o poder do mapeamento
Em um mundo que oferece cada vez mais soluções tecnológicas para os desafios relacionados à auditoria, os Sistemas de Informação Geográfica (SIG) têm o potencial de torná-la mais eficiente e fortalecer a base de dados para decisões de certificação. O uso de SIG na auditoria só aumentará no futuro. Se quiser fazer parte da transformação digital, esta sessão é para você. Analisaremos como o SIG é usado atualmente pelos auditores, em quais etapas da auditoria o SIG pode ser útil e mostraremos como uma plataforma SIG personalizada pode ajudar a detectar práticas ilegais.
  • Alicia Bustillos, Diretora de Projetos, Accreditation Services International (ASI)
 
12:15 
Almoço
 
13:15 
PLENÁRIA: Palestras-relâmpago: destaque para novas ferramentas, produtos e parcerias que estão promovendo mudanças
Este não é "um negócio como outro qualquer": apresentando as inovações em ferramentas, produtos e parcerias em sustentabilidade através de uma série de breves palestras. ul>
  • Ana Patricia Batalhone, Especialista Associada em Sustentabilidade, ITC Trade for Sustainable Development (T4SD)
 
14:00 
SESSÕES ABERTAS Algumas sessões da parte da manhã se repetem - participe de uma sessão diferente.
 
Dando espaço às vozes dos trabalhadores: ferramentas e abordagens para amplificar as vozes do trabalho e causar impacto
No centro de muitas normas de sustentabilidade está o objetivo de proporcionar melhores condições para os trabalhadores em todo o mundo. Mas como as normas incorporam as vozes dos trabalhadores para tornar suas estratégias mais efetivas? Como os trabalhadores podem contribuir para práticas de conformidade e garantia economicamente viáveis? Como é a experiência de desenvolver mecanismos de denúncia que ofereçam soluções aos trabalhadores? Junte-se a nós nesta sessão interativa para discutir como as normas de sustentabilidade estão colaborando para operacionalizar conceitos complexos como salário mínimo e impulsionar mudanças para os trabalhadores.
  • Lauren Shields, Gerente, HERproject, Business for Social Responsibility (BSR)
  • Kristin Komives, Diretora, Impactos, ISEAL Alliance
  • Representante da Roundtable on Sustainable Palm Oil (RSPO)
 
Desvendando a colaboração: promovendo melhorias para pequenas empresas de mineração, metais e minerais
Com cerca de 100 milhões de pessoas que dependem da mineração em pequena escala para sustentar suas famílias e 90% da extração de ouro realizada por mineiros artesanais, muitas dessas pessoas estão em áreas com poucas oportunidades econômicas e dependem dessa atividade para sua subsistência. As normas estão sendo revistas para melhor atender às necessidades das pequenas empresas e fornecer os incentivos e o apoio necessários para promover cada vez mais melhorias ao longo do tempo. Os sistemas de normas não podem fazer isso sozinhos. A colaboração é fundamental para levar cada vez mais melhorias para os mineiros artesanais. Mas o que torna uma colaboração bem-sucedida? Como ela pode ser estimulada para aumentar seu impacto? E quais são os desafios que enfrentamos? Nesta sessão interativa, ouviremos e discutiremos as experiências de diversas partes envolvidas em projetos colaborativos de mineração artesanal e consideramos essas e outras questões.
  • Baptiste Coue, Chefe de Monitoramento e Avaliação, Alliance for Responsible Mining (ARM)
  • David Finlay, Gerente de Minerais Responsáveis, Fairtrade Foundation
  • Francisco Ccama Layme, Presidente, Oro Puno SA
 
Sustentabilidade em escala: criando condições propícias à mudança
Esta sessão tem como base a sessão da manhã sobre abordagens de paisagem e jurisdicionais. Sabemos que mudanças de longo prazo e em larga escala dependem de condições corretas para acontecer. Isso inclui incentivos baseados no mercado, como a certificação, mas também um ambiente regulatório propício e incentivos financeiros. Esta sessão explorará uma série de estratégias para promover essas condições e o papel das normas de sustentabilidade nisso: como os sistemas de normas diversificam suas estratégias e como eles podem contribuir melhor para um movimento mais amplo por mudanças?
  • Fabiola Zerbini, Coordenadora para a América Latina, Tropical Forest Alliance
  • Edegar de Oliveira Rosa, Coordenador do Programa Agricultura e Alimentos, WWF-Brasil
  • Daniela Mariuzzo, Diretora Nacional, IDH Brasil
  • Marcelo Posonski, Gerente de Projetos Senior, Proforest
  • Patrick Mallet, Diretor, Inovações, ISEAL Alliance (moderador)
 
Masterclass de SIG: o poder do mapeamento
Em um mundo que oferece cada vez mais soluções tecnológicas para os desafios relacionados à auditoria, os Sistemas de Informação Geográfica (SIG) têm o potencial de torná-la mais eficiente e fortalecer a base de dados para decisões de certificação. O uso de SIG na auditoria só aumentará no futuro. Se você quiser fazer parte da transformação digital, esta sessão é para você. Analisaremos como o SIG é usado atualmente pelos auditores, em quais etapas da auditoria o SIG pode ser útil e mostraremos como uma plataforma SIG personalizada pode ajudar a detectar práticas ilegais.
  • Alicia Bustillos, Diretora de Projetos, Accreditation Services International (ASI)
 
15:15 
Café e networking
 
15:45 
PLENÁRIA: Reimaginando o futuro das normas
As organizações normativas estão sob pressão crescente de produtores, comerciantes, consumidores, reguladores e ativistas para cumprir suas promessas de sustentabilidade. Neste painel com vários atores, os palestrantes compartilharão seus pontos de vista sobre o desenvolvimento do cenário de sustentabilidade e de que maneira as normas devem se adaptar para garantir sua relevância contínua. Eles também refletirão sobre o que acontecerá com as normas que demoram a mudar.
  • Khalid Nadvi, Professor de Desenvolvimento Internacional, Universidade de Manchester
  • Julia Tauszig, Coordenadora de Relações Institucionais, UNICA
  • Helio Mattar, Presidente e Diretor Executivo, Instituto Akatu de Consumo Consciente
  • Mauricio Voivodic, Diretor Executivo, WWF-Brasil (moderador)
 
16:35 
PALESTRA DE ENCERRAMENTO: Olhando para o passado e para o futuro: como normas viáveis estão moldando o cenário de sustentabilidade
Tasso Azevedo é especialista em normas e tem uma longa história de trabalho com normas de sustentabilidade no Brasil. Exploraremos sua jornada pessoal navegando no cenário da sustentabilidade para analisar o que as normas já alcançaram e refletiremos sobre o papel que elas devem ter para definir o futuro do crescimento sustentável.
  • Tasso Azevedo, Coordenador, Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG)
 
16:50 
Considerações finais
Uma reflexão da ISEAL sobre o que ouvimos ao longo do dia e como isso nos inspirará a avançar.
  • Karin Kreider, Diretora Executiva, ISEAL Alliance
 
17:00 
Encerramento da conferência